Empresas disruptivas, você sabe o que é isso?


disrupção

substantivo feminino

1.

interrupção do curso normal de um processo.

2.

eletr restabelecimento brusco de corrente elétrica, causando faíscas e intenso gasto da energia acumulada.

Origem

⊙ ETIM lat. disruptĭo,ōnis ou diruptĭo,ōnis 'fratura, quebra'

Empresas disruptivas. Você já deve ter ouvido falar nesse termo. Porém, ainda há muito a se esclarecer sobre ele. Por que? Porque são as “empresas disruptivas” que estão facilitando a forma como você vive! Quem são essas empresas? Alguns exemplos: Netflix, Google, Apple e Microsoft.

O termo “disrupção” foi utilizado pelo professor de Harvard Clayton Christensen. Este termo se resume em:

  • Inovação com produtos mais acessíveis;

  • Criação de um novo mercado de consumidores;

  • Desestabilização de empresas que eram líderes.

Segundo o professor Kip Garland, da Fundação Dom Cabral, as tecnologias disruptivas, quando surgem, têm qualidade inferior aos produtos que dominam o mercado, mas eventualmente elas acabam ganhando terreno.

Ele se inspirou no conceito de “destruição criativa” cunhado pelo economista austríaco Joseph Schumpeter em 1939 para explicar os ciclos de negócios. Segundo ele, o capitalismo funciona em ciclos, e cada nova revolução (industrial ou tecnológica) destrói a anterior e toma seu mercado.

Um “produto disruptivo” é geralmente algo mais simples, mais barato do que o que já existe, ou algo capaz de atender um público que antes não tinha acesso ao mercado. Em geral começa servindo um público modesto, até que abocanha todo o segmento.

Christensen dá exemplos como PCs substituindo os antigos computadores mainframe; telefones celulares tomando o lugar dos fixos. Outros exemplos: a Wikipedia, que quebrou muitos vendedores de enciclopédia e serviços pagos de enciclopédias online. O Airbnb, que incomoda as associações hoteleiras. Aplicativos como Easy Taxi e 99Taxis, que roubaram o lugar das empresas de rádio-taxi. Serviços como o Netflix faliu a maioria das video-locadoras. E o Google que, enfim, você sabe.

“Uma inovação disruptiva dá a novos consumidores acesso a produtos historicamente apenas disponíveis para consumidores com muito dinheiro ou habilidades”, afirmou Marc Andreessen, empreendedor e investidor famoso do Vale do Silício.

Assista esse vídeo do Harvard Business Review que explica na íntegra este novo cenário das empresas disruptivas:


Para refletir:

Sua empresa, ou aonde você trabalha, está atenta à estes novos mercados e produtos? Existem atributos que você pode facilitar ou reduzir para atrair novos consumidores para a sua empresa?

Pense sobre isso cada vez que esbarrar em algum problema e verá que são as soluções mais simples as capazes de transformar o mundo!

#planos #Metas #organização #foco #download #disruptiva #disrupção

quem sou eu

Yasmin de 1990, 220v, arquiteta, empreendedora, gestora, meu currículo você encontra aqui.
Amo livros, series e papelaria. Já fui compulsiva por comprar cadernos, hoje tenho prazer em usá-los e lê-los. Busco o tempo todo estar o mais presente possível (para mim esse é o segredo de tudo). Me comunico melhor através de listas, implemento o método GTD na minha vida desde 2016. Branco, preto e cinza. Cores são sazonais na minha vida. Me conecto com tudo que tem consistência e transparência. Eu amo planejamento e entrego todos os meus planos para Deus todos os dias. Sim, um dia dissertarei sobre isso. Me movo através de pequenos passos que ao longo do caminho se despertam em coisas incríveis que nunca imaginaria. Estou aqui para compartilhar meu caminho enquanto me organizo e conquisto minhas metas de vida, e com isso, espero te ajudar a viver um dia de cada vez em direção às suas conquistas!